terça-feira, 24 de novembro de 2009

My Computer Life - Apple iMac - Parte 2


 Dando continuidade ao post da semana passada, essa semana falarei sobre as versões do iMac com LCD, que eu separo em 3 versões : iMac G4 aka "Abajour", iMac G5 aka "Policarbonato" e iMac Intel aka "Aluminium".

Comecemos pelo G4 "Abajour", que sem sombra de duvida alguma foi o maior representante de transformação de todos, revolucionou o já revolucionario modelos coloridos de CRT. Esse iMac marca também o inicio da migração da Apple do designs coloridos para o design mais minimalista que impera hoje na marca. Esse iMac em especial faz parte dos computadores que eu gostaria de ter caso um dia venha fazer um museu particular devido ao seu valor estético.

O iMac G5 "Policarbonato" pode ser considerado um passo logico para o design dos iMacs e da propria apple, para alinhar a aparência de sua linha mais popular de computadores com o seu novo prodigio, o iPod. Eu considero um computador muito bonito, que marca uma fase de transição da Apple, deixando a arquitetura power que por um bom tempo a acompnhou para migrar para os intel X86, não digo que  foi ruim, mas ainda sinto aquela dorzinha no coração de saber que a arquitetura risc perdeu um grande aliado na batalha dos processadores.

Bom, embora a mudança tenha ocorrido com o design anterior, eu considero que o intel "Aluminium" seja o verdadeiro mac que completou a migração, pois renovou o design para uma linha mais moderna e mais uma vez em consonância com seu produtos de consumo popular como os iPods e seu novo hit, o iPhone. Eu considero uma linha muito bela que veio a ser completada recentemente com a linha Macbook unibody. Eu considero uma renovação muito bem vinda, afinal de contas, além de ser ecolociamente mais correto, o acabamento em aluminio fica menos sucetivel a marcas de dedos, algo que realmente me incomoda se tratando de computadores.

Esse foi o iMac que até hoje continua mais perto de que eu venha adquirir, pois além dos preços cada vez melhores aqui no Brasil,  vem de encontro a minha opinião de que a morte das torres como maquinas de usuarios comuns está com os dias contados, ainda sobreviverá como workingstation e maquina para gamers por uma bom tempo, mas o futuro do usuário final é um all-in-one ou um laptop. Sinceramente eu sempre gostei muito da linha iMac como um todo e sempre vou gostar, pois independente de fanáticos por macs que me enojam, essa maquina sempre vão ter um espaço verdadeiro no coração.

2 comentários:

Tata disse...

Eu nunca tinha parado pra pensar que o design do iMac G5 era para se integrar ao design do iPod, mas você tem razão!
Bem, é só olhar atualmente: todos os produtos da Apple tem design em comum mesmo. O que é bom e marcante para a Apple.

Bem, meu sonho é o novo iMac mesmo, concordo que ele combina com meu quarto e quem quiser doar, sinta-se à vontade.

Bem, acredito que sempre existirão as pessoas que não deixarão as torres de lado, nada contra elas, mas a tendência são os all-in-one e os notebooks. Mas uma terceira opção que pode vir à se tornar realidade me intriga: televisão, internet, console... me compreendes?

amo vc =*

Minofz disse...

amore, quanto as estações de entreterimentos essa sim eh realmente uma tencencia q não para de crescer, mas como plataforma de trabalho eu ainda teria meus receio, mas nada que não possa se tornar um nixo ^^